quinta-feira, agosto 24, 2006

José Maria de Almeida
O Homem e o Artista




Nasceu em Cunha Alta, Mangualde, há 100 anos (4 de Outubro de 1906). Filho de António Cabral de Almeida e Elvira de Jesus. Teve três irmãos: Flávio, Manuel e Maria do Nascimento; esta prestes a atingir as 94 primaveras.
Com 13 anos, José Maria enfrentou o mundo, atravessou o mar e arribou aos "Brazis", cheio de sonhos, esperanças e saudades.
Saudades da sua Cunha Alta, de suaves colinas, de casas brancas e negras, em que se realçava a Casa da Oração, o grande tanque de granito para onde jorrava a cristalina água e as calçadas onde ressoavam os "sócos" da meninada nas gélidas manhãs dos Invernos.
Havia pinhais, olivais, vinhedos e na época própria os milheirais, por onde a criançada se esgueirava à cata dos peros e pêssegos imaturos.
Sonhos e esperanças de vencer, mas conhecedor da sua sensibilidade, do seu saber e da sua "habilidade" - que também se diz "técnica". Isto, o tempo confirmá--lo-ia…
E se Mangualde se chamara antes Azurara; se de Azurara havia sido Senhor Pedro Álvares Cabral e se seu pai recebera este apelido no seu nome, encontrava--se ele, agora, extasiado perante tanta beleza divina e tão fascinante colorido, na capital daquele Brasil que aquele Pedro Álvares Cabral descobrira quatro séculos e 20 anos antes. Era o dia 18 de Setembro do ano de 1920.